lindo lindo lin

cyndi láuper, minha musa das madrugadas quando ninguém tá olhando, lançou álbum novo, olha que beleza:

capa aprovadíssima da annie leibovitz! aprende com essa, madonna, sua cusuda do infVOU OUVIR ESSA PORRA AINDA HOJE, QUEM DUVIDA?

navegando por aí…

mais divertido que ler alguns blogs famosos é ler o que as pessoas comentam. principalmente se tem alguma temática nerd envolvida.

acabei de visitar o rotten tomatoes só pra ver se tinha algo novo e me deparei com um provável teaser poster do live action de dragonball. até agora ninguém sabe dizer se é real mesmo. parece ser, mas enfim…

o legal do rotten tomatoes é que é um site mundialmente famoso com espaço para comentários, então tem muita gente que deixa mensagens lá em diversas línguas, principalmente em espanhol. agora vocês imaginam a minha surpresa ao ler o seguinte comentário sobre a notícia acima:

diego Says:

April 27th, 2008 at 9:15 pm

im for brazil!!! suas putas!!..i think that poster is true…look..have a logotipe …maybe is true…maybe is fake…. i m dont know…for me that´s is true

i m dont know… for me that’s is tiopes involuntario em ingles, o que voces acham?

dúvida acadêmica

gente, serião aqui. estou num momento muito difícil. tava fazendo um trabalho aqui, né? beleza. daí num dado trecho do texto que eu tava escrevendo eu tinha que descrever essa foto. não to postando aqui direto pq leitores desavisados podem se assustar, mas cliquem pra ver, tá? enfim, eu tinha que descrever essa foto, mas me deparei com uma dúvida: isso são três hermafroditas ou três transexuais?

(…)

sério, já analisei sob vários critérios (não me perguntem) e não cheguei a nenhuma conclusão. uma amiga minha disse pra eu jogar cara e coroa e pronto. o que vocês acham? to aqui refletindo. vejam como estou refletindo:

ps: a foto em questão é do joel peter witkin, não falem mal, tá? beijos.

quem é margaret berger?

não se deixem enganar. eu mesmo costumo passar longe de qualquer pessoa que tenha participado de algum american idol ou genérico da vida (exceto o junior artista e o paulo – oi, paulo), mas exceções existem: margaret berger é uma delas.

aparentemente a cantora vem ganhando uma certa popularidade na noruega desde que ganhou o norwegian idol de 2004 (american idol norueguês para os íntimos). ou pelo menos é o que tem no last.fm dela rs, mas enfim… de 2004 pra cá ela lançou dois álbuns e conquistou o publico norueguês com a música “samantha” (clipe logo abaixo).

o som de margaret berger não é revolucionário, não é experimental, não é indie, não é alternatchivo ou qualquer coisa do gênero. é eletrônico num estilo mainstream de ser, digamos assim. bem pop, bem divertido, bem dançante e… ah, sei lá, galere, é bom mesmo. pra mim essa branquela tem futuro.

mas o que realmente me chamou atenção na cantora, confesso, foi a beleza. tá, não exatamente a beleza em si, mas tem toda uma estética peculiar em torno dela. uma mistura de audrey hepburn com kylie minogue? não sei se é o melhor exemplo, mas dá pra sentir muito bem do que eu to falando se vocês virem o clipe de “samantha”. é bem aquela coisa: cenário meio futurista + mulher bonita dançando e cantando, certo? certo, mas prestem atenção nas cores, no cenário, no figurino. tem algo mais aí, num tem? fora isso a música é muito legal. confiram:


ps: tocou uma música dela chamada “get physical” na 5a temporada de the l word. só uma curiosidade mesmo.

é hoje é hoje é ho

ou daqui a pouco e tal, mas todos sabem que estou falando de:

lost rs.

também conhecido como:

porque não basta ser gostosa. tem que… pensando bem, basta ser gostosa mesmo. não que eu me importe, mas enfim…

não sei se vocês repararam na primeira imagem lá em cima, mas parece que vai chegar um novo personagem chave na história. trata-se de um padre chamado adelir de carli que caiu acidentalmente na ilha enquanto voava de balão para… enfim, essa parte é um mistério. vejam abaixo uma foto exclusiva do set enquanto a primeira cena com o padre era filmada:

esculachos à parte, eu to realmente ansioso. segurem suas (minhas) genitálias que hoje é dia de lost! ;D

ps: fotos via google images, nao me processem.

faz tempo que eu não posto

mas me inspirei com essa notícia aqui embaixo. destaquei as melhores partes só pra vocês apreciarem como eu apreciei. olha só que bonito.

Americana mata marido em sessão sadomasoquista [daqui]

Uma mulher de 25 anos foi presa acusada de homicídio depois que seu marido foi encontrado morto no último sábado, dentro de um trailer em Columbia, no Estado americano do Tennessee. James Bargy, 29 anos, morreu asfixiado depois de uma fracassada sessão de “bondage” – fetiche sexual, geralmente sadomaquista, que consiste em amarrar o parceiro.

Bargy tinha os pés e as mãos amarradas, uma bola na boca presa com uma fita e a cabeça enfaixada – com pequenos buracos na altura das narinas para a entrada do ar.

(…)

Segundo a rede ABC, ela disse aos policiais que deixou o marido amarrado ainda na sexta-feira para encontrar outro homem em um motel. Quando voltou, já no sábado, encontrou Bargy morto.

(…)

Susan Right, porta-voz do Conselho Nacional de Liberdade Sexual, acredita que Rebecca não quis matar o marido, mas quebrou uma das principais regras do “bondage” – jamais deixar o parceiro sozinho enquanto ele estiver amarrado.

gente, eu não sei por onde começar as piadas de mal gosto. o cara tá lá amarrado, enfaixado e com uma bola na boca (oie) e a mulher deixa ele lá pra encontrar outro? soraya montenegro, you’re alive? tudo bem, né? considerando o fato de que estamos falando de um sadomasoquista, deve ter sido tipo assim O ÊXTASE da vida dele. não é à toa que ele morreu. enfim, fica aqui um recadinho do falecido:

sem bolas na boca, by the way.

mais um momento nerd

olha, eu sei muito bem que historias em quadrinhos funcionam na logica do mercado e coisa e tal. e eu também entendo que, por mais que exista um trabalho artístico por trás de tudo, o que importa mesmo pra marvel e pra dc é vender revistinhas. tudo bem, isso é normal, afinal é uma indústria e todo mundo precisa comprar leite pras crianças ou pilhas pro vibrador, mas às vezes (ou quase sempre ultimamente) o pessoal esquece de uma coisa muito importante num processo criativo: bom senso.

sério, minha gente. eu to errado em dizer que quem compra revista em quadrinhos de x-men são fãs de x-men? tudo bem que existem curiosos ocasionais e que é preciso atrair novos leitores, mas é só observar as bancas de revista que você percebe quem é o alvo principal das histórias. afinal, por que alguem se interessaria em comprar um gibi onde se lê “a volta do magneto” na capa se essa pessoa não faz a menor idéia de quem seja o magneto. enfim, meu ponto é: se os roteiristas dessas histórias começam a zombar do bom senso e da inteligência dos fãs, quem é que vai comprar as revistas?

então é aquela coisa: em nome de uma logica de mercado equivocada, existe muita falta de respeito com o leitor de historias em quadrinhos hoje em dia. e eu não to nem falando de, por exemplo, a marvel inventar uma desculpa esfarrada para o homem-aranha pra vestir mais uma vez o uniforme negro bem na época do lançamento do terceiro filme. isso eu engulo. e eu também não to muito afim de falar da trama absurda que surgiu pra transformar o aranha num herói solteiro de novo. tudo porque alguém achou que um herói casado/divorciado não atrai fãs jovens. nossa, ainda bem que eu, com 22 anos hoje, só comecei a ler as historinhas do aracnídeo antes de 1987, ano em que ele e mary jane se casaram. eu poderia correr o risco de não me identificar com ele, etc. mas, como eu disse, não é sobre isso que eu quero falar.

o que realmente motivou esse post foi uma notícia curiosa que chamou minha atenção hoje. é o seguinte: a dc comics vai lançar uma minissérie que conta a origem do duas-caras.

null

o nome da série será two-face: year-zero e a sinopse publicada pelo omelete segue logo abaixo:

“Em uma época de corrupção e ganância, a única força que impede que Gotham City entre em colapso é formada pelo Promotor Público Harvey Dent, um policial chamado Jim Gordon e um vigilante conhecido apenas como Batman – um misterioso grupo de combatentes do crime intocáveis que trabalham fora da lei. Confira o início de seu legado, quando o encontro entre os Melhores e os Piores de Gotham cria os protetores do futuro da cidade, bem como o monstro que tentará destruí-la.”

legal, né? agora assim… alguém avisa pra dc que já existe uma minissérie que conta a origem do duas-caras? ela se chama o longo dia das bruxas (the long halloween) e foi publicada uns dez anos atrás, com roteiro de jeff loeb e arte de tim sale (vlw wikipedia rs). e, se não for pedir muito, aproveita pra avisar que essa sinopse que deveria ser da nova minissérie se encaixa direitinho com a história antiga?

outra informação bem útil: sabe o filme novo do batman? o com heath ledger morto etc? é, ele vai contar a origem dos duas-caras e, só pelas várias campanhas virais que vêm sendo lançadas na internet de um ano pra cá, já dá pra perceber a forte influência do Longo Dia das Bruxas.

sim, e daí? e daí que não seria muito mais interessante familiarizar os novos fãs com a origem do vilão republicando a história classica? não seria muito mais respeitoso com os fãs mais antigos? ou será que uma minissérie publicada dez anos atrás está tão datada a ponto de ser incompreensível para os jovens modernosmodernososposmodernos de hoje em dia?

sei não, viu? pra mim é como se dc estivesse me dizendo o seguinte: OLHA RS LEVA MUITO A SERIO ESAS BOSTA AE NAO PQ ANO Q VEM EU VO CONTA AS MESMA HISTORIA TUDO DE NOVO DE OUTRO JEITO MAL AE BJX

enfim, ainda bem que eu nao compro mais revisitinha.